Bando da Lua

Formado em 1931 no Rio de Janeiro, o conjunto vocal e instrumental foi o primeiro no Brasil a harmonizar as vozes, seguindo a moda da época nos Estados Unidos, e com isso criou uma mania nacional. Gravaram vários discos com músicas de carnaval nos anos 30 (38 discos, de 1931 a 40), e com o sucesso excursionaram pela Argentina. Começaram a tocar com Carmen Miranda ainda nos anos 30, e ela exigiu que o Bando da Lua a acompanhasse em uma turnê pelos Estados Unidos. Lá fizeram oito filmes e diversos espetáculos com Carmen. Em 1939 entra no grupo o violonista Garoto, que ficaria por dois anos. Em 1944 o grupo se desfaz, sendo reformulado por Aloysio de Oliveira quatro anos depois com os "dissidentes" dos Anjos do Inferno. A partir daí a ênfase maior é dada ao repertório vocal norte-americano, cantando em inglês e fazendo versões. A dissolução final acontece em 1955, com a morte de Carmen Miranda. O grupo era formado por Aloysio de Oliveira, violão e voz; Hélio Jordão, substituído por Lulu, violão; Vadeco, pandeiro; Ivo Astolphi, substituído por Garoto e mais tarde por Nestor Amaral, violão tenor e banjo; Afonso Osório, ficando em seu lugar Harry Vasco de Almeida, percussão e flauta (piston); Armando Osório, violão e Stênio Osório, cavaquinho.
 
Artistas relacionados
 
 
MetaMusica