Bojo

Fundado em novembro de 1998 por Mauricio Bussab e Lulu Camargo, para uma performance no Museu da Imagem e do Som de São Paulo, o Bojo é um grupo de música eletrônica com um pé na música popular brasileira, apresentando batidas minimais, intervenções percussivas, harmonias inusitadas e um som bastante orgânico. Com uma formação bem variável, o Bojo lança em abril de 1999 o "e-disco" www.bojo.net, ou simplesmente Bojo, e, em julho do mesmo ano, apresenta-se no Festival Internacional de Jazz de Montreal no Canadá. Em 2001, o Bojo lança Carlos, disco mais conceitual e conciso, que aponta a MPB em direção ao futuro. É quando Lulu Camargo sai para dar lugar a Fê Pinatti. Agora, o Bojo prepara para o segundo semestre de 2002 o "disco" Vocabulário..., um conjunto de cerca de 70 micro-músicas para cada palavra essencial, como "casa", "morte" e "mãe". O grupo ainda conta com Kuki Stolarski (Karnak, Funk Como Le Gusta), a DJ Lika Marques e Du Moreira. O músico e produtor Mauricio Bussab ainda encontra tempo para produzir outros artistas, como aconteceu no segundo disco da cantora e multiinstrumentista Stela Campos, também de São Paulo. Intitulado Fim de Semana, o disco conta com participações ilustres de Eder "O" Rocha (do Mestre Ambrósio), DJ Dolores e do próprio Bussab.

Discografia

Discos de carreira
CARLOS

CARLOS

YBrazil?Music - 2001
 
www.bojo.net

www.bojo.net

Independente - 1999
 
 
 
 
MetaMusica