Dorina

Cantora carioca, criou-se junto aos blocos carnavalescos do subúrbio, como os Bohêmios de Irajá. Ligada ao samba mais tradicional, lançou em 1996 seu primeiro disco, "Eu Canto Samba", que recebeu o prêmio Sharp daquele ano na categoria Revelação Samba. No repertório, autores consagrados, como Paulinho da Viola (a faixa-título), Chico Buarque ("Tem Mais Samba"), veteranos do samba de raiz, como Mijinha ("Sentimentos") e outros compositores ligados ao samba, como Délcio Carvalho, Paulo César Feital e Altay Veloso. Depois disso, participou do disco "Coisas Nossas" (tributo a Noel Rosa) e lançou o show "De Paulo a Paulinho", contando através de sambas a história da Portela, de Paulo da Portela e Paulinho da Viola. Também dividiu o palco com Zeca Pagodinho e Dona Ivone Lara, entre outros. O segundo CD, "Samba.com", saiu em 2000, mais uma produção independente, desta vez com direção musical de Paulão 7 Cordas. Arregimentando experientes músicos de samba, Dorina dividiu o microfone com Dona Ivone em "Se o Caminho É Meu" e continuou resgatando pérolas do samba, como "Oloan", de Wilson Moreira. Jair do Cavaquinho, Moacyr Luz/ Aldir Blanc, Monarco, Zeca Pagodinho e Jorge Aragão/ Sombrinha são alguns compositores presentes no disco.

Discografia

Discos de carreira
SAMBA.COM

SAMBA.COM

Independente - 2000
 
EU CANTO SAMBA

EU CANTO SAMBA

Leblon Records - 1996
 
 
Dorina
 
 
 
 
MetaMusica