João Penca & Seus Miquinhos Amestrados

Banda carioca que começou suas atividades ainda nos anos 70, com o nome de Zoo. Sua inspiração no estilo rockabilly - inclusive de roupas e topetes - eram os rocks dos anos 50, de Elvis Presley e Chuck Berry, aos quais imprimiram uma dose de humor e malícia. Como João Penca & Seus Miquinhos Amestrados apareceram em 1982, acompanhando o cantor Eduardo Dusek no disco “Cantando no Banheiro” (da música “Rock da Cachorra”). Pouco depois, teriam duas perdas: o tecladista Cláudio Killer, que morreu num acidente, e o cantor e compositor Léo Jaime, que saiu em carreira solo. O primeiro disco da banda, “Os Maiores Sucessos de João Penca & Seus Miquinhos Amestrados” saiu em 1983 e destacaram-se “Psicodelismo em Ipanema” e “Telma, Eu Não Sou Gay”, versão debochada de “Tell Me Once Again” (do grupo brasileiro Light Reflections), cantada por Ney Matogrosso. Lançada com êxito em compacto em 1985, a música “Pop Star” antecipou o segundo LP do João, “OK My Gay”. A banda seguiria, sempre com o trio de vocalistas Selvagem Big Abreu, Bob Gallo e Avelar Love. Lançaria mais quatro discos: “Além da Alienação” (1988), “Sucesso do Inconsciente” (1989, dos sucessos “SOS Miquinhos” e “Matinê no Rian”), “Cem Anos de Rock'n'Roll” (1990) e “A Festa dos Micos” (1993).

Discografia

Discos de carreira
CEM ANOS DE ROCK'N ROLL

CEM ANOS DE ROCK'N ROLL

Eldorado - 1991
 
SUCESSO DO INCONSCIENTE

SUCESSO DO INCONSCIENTE

Esfinge - 1989
 
ALÉM DA ALIENAÇÃO

ALÉM DA ALIENAÇÃO

BMG Ariola - 1988
 
OKAY, MY GAY

OKAY, MY GAY

RCA Victor - 1986
 
Coletâneas
A FESTA DOS MICOS

A FESTA DOS MICOS

Leblon Records - 1993
 
 
João Penca & Seus Miquinhos Amestrados
 
 
Artistas relacionados
 
 
MetaMusica