Linda Batista nascimento 14/06/1919 falescimento 18/04/1988

Filha do humorista e ventríloquo Batista Júnior, começou no meio artístico muito cedo, assim como a irmã, Dircinha Batista. Na adolescência, Linda acompanhava Dircinha ao violão, até que um dia, em 1936, por causa de um atraso da irmã, apresentou-se como cantora no programa de Francisco Alves na Rádio Cajuti, iniciando uma carreira de muito sucesso. Linda foi a primeira Rainha do Rádio a ser eleita, e manteve o título por 11 anos. Atuou em filmes e foi crooner do Cassino da Urca até o seu fechamento, em 1946. Nos anos 50 apresentou na Rádio Nacional o seu próprio programa, Coisinha Linda. Também foi compositora de sambas-canção, e afastou-se da vida artística nos anos 60, depois da fase áurea do rádio. Entre seus maiores sucessos estão "Risque" (Ary Barroso), "Vingança" (Lupicínio Rodrigues), "Tudo É Brasil" (V. Paiva/ Sá Róris), "Batuque no Morro" (Russo do Pandeiro/ Sá Róris), "No Boteco do José" (W. Batista/ A. Garcez) e "Nega Maluca" (Fernando Lobo/ Evaldo Rui).

Discografia

Discos de carreira
LINDA BATISTA

LINDA BATISTA

RCA Victor - 1958
 
Extras
Coletâneas
MEUS SUCESSOS

MEUS SUCESSOS

RCA Victor - 1955
 
 
Linda Batista
 
 
Gêneros
 
 
Matérias
 
 
MetaMusica