Luiz Antônio nascimento 16/04/1921 falescimento 01/12/1996

Compositor desde os 14 anos, o carioca Antônio de Pádua Vieira da Costa compôs canções entoadas nas competições esportivas dos cadetes e escreveu o Hino da Escola Militar (onde estudava), depois oficializado. Passou a compor profissionalmente em 1948, e sua primeira canção gravada foi "Somos Dois" (com Klecius Caldas e Armando Cavalcanti), por Dick Farney. Em 1951, obteve grande sucesso com o samba de Carnaval de cunho social "Sapato de Pobre" (com Jota Junior), na interpretação de Marlene, então, no auge da fama. Em 52, a mesma cantora gravou "Lata D’Água" (nova parceria com Jota Junior), o maior sucesso de sua carreira. Ainda em 52, a vedete Virgínia Lane também roubou a cena com sua gravação da marcha "Sassaricando" (com Jota Junior e Oldemar Magalhães). Em 53, Marlene novamente obteria êxito com a dupla Luiz Antônio-Jota Junior, desta vez, com outro samba de cunho social, "Zé Marmita" (com Brasinha) e com "Barracão" (com Oldemar Magalhães), na voz de Heleninha Costa – samba que em 1968 ganharia uma versão definitiva na voz de Elizeth Cardoso, acompanhada de Jacob do Bandolim e do Grupo Época de Ouro, num show no teatro João Caetano, dirigido por Hermínio Bello de Carvalho que entrou para a história da MPB. Depois de "Patinete" em 54, Marlene gravou em 58 mais uma de sua autoria, "Apito no Samba" (com Luiz Bandeira) obtendo novamente grande êxito. Entre 1959 e 62, viria a fase do “sambalanço”, espécie de sambas cadenciados, porém sofisticados, lançados nas boates cariocas de então e de alguns mais românticos na fronteira entre a bossa nova e o samba-canção. Foi a época de canções como "Menina Moça", "Mulher de Trinta", "Poema do Adeus", "Poema das Mãos" e, em parceria com Djalma Ferreira, "Recado", "Lamento", "Devaneio", "Cheiro de Saudade" e outros, todas lançadas pelo cantor Miltinho, e regravadas logo a seguir por diversos intérpretes, como Helena de Lima, Dóris Monteiro, Cauby Peixoto, Maysa, Elizeth Cardoso e muitos outros. Outros sucessos são "Luz de Vela" (Helena de Lima), "Quero Morrer no Carnaval" (Linda Batista), "Bloco de Sujo" (As Gatas), "Levanta Mangueira" (Zezinho) e "Eu Bebo Sim", com João do Violão (Elizeth Cardoso) – essa, seu último sucesso.
 
Artistas relacionados
 
 
MetaMusica