Luiz Bandeira nascimento 25/12/1923 falescimento 22/02/1998

Estreou na carreira artística em 1939, em um programa de calouros da Rádio Clube de Pernambuco, que o contratou em seguida. Foi violonista, radio-ator e cantor de orquestra. Em 1950 mudou-se para o Rio de Janeiro, onde trabalhou como crooner no Copacabana Palace e na Rádio Nacional. Nessa década sua atuação como compositor se destaca. Teve outros sucessos nos anos 50, entre os quais sua composição mais conhecida, "Na Cadência do Samba", utilizada como tema do cinejornal Canal 100, sobre futebol. Também conhecida como "Que Bonito É", um dos versos, a música tornou-se sinônimo de futebol, apesar de não ter sido composta com essa intenção. Bandeira compôs jingles comerciais, foi produtor e compositor de frevos e baiões, além de sambas e marchas. Entre suas composições mais conhecidas estão "O Apito no Samba" (com Luiz Antônio), "Cafundó", "Onde Tu Tá, Neném", "Torei o Pau", "Volta" e "Voltei, Recife". Gravou alguns discos durante a carreira e ganhou prêmios de composição por seus frevos. No final dos anos 80 aposentou-se e voltou a morar em Recife.

Discografia

Discos de carreira
Extras
 
Artistas relacionados
 
 
MetaMusica