Maricenne Costa nascimento 03/12/1938

Cantora paulista, natural de Cruzeiro, estreou na carreira artística em 1958, quando venceu o concurso A Voz de Ouro, que lhe rendeu um contrato com a TV Tupi. No início da década de 60 atuou em casas noturnas de São Paulo cantando repertório de bossa nova. Foi a primeira a gravar uma composição de Chico Buarque, a "Marcha para um Dia de Sol", pela Philips em 1964. Depois disso foi para os Estados Unidos, onde foi ouvida por nomes como Tony Bennett, Judy Garland e Eddie Fischer. Na volta ao Brasil chegou a vencer um festival da TV Excelsior (com a música "Até Mais Ver", de Vitor Martins e C. Castilho) antes de trabalhar em teatro, na montagem de peças como "Morte e Vida Severina" (João Cabral de Melo Neto) e "Adeus Fadas e Bruxas". Atuou também em um projeto experimental basedo na obra do poeta francês Mallarmé. Em 1992 lançou "Correntes Alternadas", com repertório eclético que incluía, entre outros, o grupo punk Inocentes, Tom Zé e Paulo Vanzolini. Neste mesmo ano começou a elaborar o projeto que resultou no CD "Como Tem Passado!!", lançado em 1999 pela CPC-Umes, que, com o auxílio do pesquisador José Ramos Tinhorão, reuniu doze músicas que representam as primeiras gravações de doze estilos musicais brasileiros diferentes. Outro projeto de destaque foi o show "Sábios Costumam Mentir" (1998), cujo repertório era constituído pelas parcerias do poeta e letrista Waly Salomão ao lado de compositores como Caetano Veloso, Jards Macalé, João Bosco, Gilberto Gil, Lulu Santos e outros.

Discografia

Discos de carreira
COMO TEM PASSADO!!

COMO TEM PASSADO!!

CPC-UMES - 1999
 
CORRENTES ALTERNADAS

CORRENTES ALTERNADAS

Independente - 1992
 
MARICENE COSTA

MARICENE COSTA

Crazy - 1980
 
 
Maricenne Costa
 
 
MetaMusica