Paulo Freire nascimento 01/04/1957

Paulistano, estudou violão em sua cidade natal e mais tarde em Paris, chegando a ganhar prêmios como instrumentista. Em 1977 mudou-se para o norte de Minas Gerais, onde aprendeu a tocar viola caipira com mestres da região. Entre o fim dos anos 70 e o início dos 80 trabalhou musicando peças de teatro e seriados de TV, como "Malu Mulher" e "Grande Sertão: Veredas", ambos na Rede Globo. Voltou para Paris em 1982, lá ficando até 1985, tocando música clássica e MPB. Em 1995 lançou seu primeiro disco solo tocando viola, "Rio Abaixo" (Pau Brasil), ganhando o prêmio Sharp de Revelação Instrumental. O segundo, "São Gonçalo", saiu três anos depois pelo mesmo selo. Toca na Orquestra Popular de Câmara e no grupo Ânima, tendo gravado um disco com cada um dos grupos. Desenvolve atividades como escritor desde a juventude, tendo sido jornalista do "Notícias Populares" e colaborador da revista "Caros Amigos", além de autor dos livros "O Canto dos Passos" (Ed. Guanabara, 1988), "Zé Quinha e Zé Cão... Vai Ouvindo" (Ed. Guanabara, 1993) e "Eu Nasci Naquela Serra" (Ed. Paulicéia, 1996), este último sobre a vida dos compositores Angelino de Oliveira, Raul Torres e Serrinha. Em 2000 lançou o disco-CD "Lambe-Lambe" (Ed. Casa Amarela).

Discografia

Discos de carreira
SÃO GONÇALO

SÃO GONÇALO

Pau Brasil - 1998
 
RIO ABAIXO

RIO ABAIXO

Independente - 1995
 
Extras
LAMBE-LAMBE

LAMBE-LAMBE

Independente - 2000
 
Participações
ESPECIARIAS

ESPECIARIAS

MCD World Music - 2000
 
ORQUESTRA POPULAR DE CÂMARA

ORQUESTRA POPULAR DE CÂMARA

Núcleo Contemporâneo - 1998
 
 
Paulo Freire
 
 
Artistas relacionados
 
 
Gêneros
 
 
MetaMusica