Trio Irakitan

Conjunto vocal (Gilvan, João, Toni, Edinho, Odilon, Irakitan Brito) que se notabilizou nos anos 50 cantando principalmente boleros. Formado por jovens cantores em Natal (RN), o Trio fez sucesso em outros países antes de ser conhecido no Brasil. Foram para a Venezuela, Colômbia, Caribe e México, onde desenvolveram a técnica mexicana de vocalizar, que se tornou uma característica do Trio. O nome foi dado pelo folclorista Luís da Câmara Cascudo em 1951, e significa, em tupi, verde mel ou doce esperança. Voltaram ao Brasil em 1954 e foram contratados pela Rádio Nacional. O repertório era basicamente sambas-canções, boleros e alguma música mexicana, no gênero dos "mariachis". Em 1965, a morte de Edinho gerou algumas modificações na direção artística do Trio. Nos anos 70 diversificaram um pouco a área de atuação, gravando um disco de carimbó, ritmo do norte do Brasil, e outros de samba e outros estilos em voga. Participaram de filmes, gravaram mais de 50 discos, e ainda se apresentam em shows e eventos, cantando principalmente música romântica.

Discografia

Discos de carreira
ETERNAMENTE

ETERNAMENTE

RCA Camden - 1976
 
Coletâneas
BIS - TRIO IRAKITAN

BIS - TRIO IRAKITAN

EMI Brasil - 2000
 
MEUS MOMENTOS - TRIO IRAKITAN

MEUS MOMENTOS - TRIO IRAKITAN

EMI-Odeon - 1994
 
 
Trio Irakitan
 
 
MetaMusica