Voz do Morro

Fundado nos anos 60 por Zé Kéti, foi uma das primeira oportunidades que os sambistas de morro tiveram para gravar suas próprias composições, sem intermediários. A idéia de se apresentarem profissionalmente surgiu no bar de Cartola e dona Zica, o Zicartola. Depois de cerca de três anos tentando conciliar ensaios com outros compromissos, o grupo conseguiu se reunir em estúdio para gravar. O que seria apenas uma fita para mostrar sambas aos intérpretes ficou tão bom que foi lançado comercialmente. Os discos "Roda de Samba" volumes 1 (1965), 2 (1965) e "Os Sambistas" (1966) marcam a estréia de Paulinho da Viola como cantor e compositor. O repertório é de sambas dos integrantes do conjunto (Zé Kéti, Paulinho da Viola, Elton Medeiros, Nelson Sargento, Anescarzinho, Jair Costa, José da Cruz e Oscar Bigode), muitos deles até então inéditos. As faixas dos discos refletem o clima informal de uma roda de samba, freqüentada apenas por bambas.
 
MetaMusica