BIS CANTORES DO RÁDIO - CARMEN COSTA

Carmen Costa (2000)

2000
Crítica

Cotação:

Carmen Costa começou como corista de gravações de gente ilustre como Francisco Alves (de quem chegou a ser doméstica) mas, após uma vitoriosa dupla formada com o compositor Henricão, viu sua carreira deslanchar. Houve, contudo, uma história hilária. Carmen diz que perdeu a voz aguda e passou a cantar em tons baixos por causa de uma enchente (!) ocorrida no Rio de Janeiro na virada dos anos 40 para os 50 - mas nunca explicou como se deu essa mágica. Delírios à parte, o fato é que foi graças a essa "nova voz", coloquial e diseuse, que Carmen chegou ao ápice de sua carreira a bordo de clássicos como Eu Sou a Outra, Quase e Obsessão. Esse estilo de cantar como se conversa (na época, até se comentou que ela estaria imitando a criadora desse estilo, Nora Ney) faz com que tudo que cante soe como uma confidência ao ouvinte.

No CD Bis - Cantores do Rádio é possível ouvir a vingança, o desprezo e o rancor arrolados deliciosamente pela voz lamentosa de Carmen em canções como Manchetes de Jornal ("Não torne a bater em minha porta por favor se é que ainda tens sentimento e pudor"), Sei de Tudo ("Tu és falso que nem uma nota de 15 cruzeiros") e Defesa ("Na verdade sei honrar meu santo nome de mulher/ Embora você diga pelo mundo que eu não presto/ Mas pra ganhar meu pão eu ganho honesto").

O machismo vigente nos anos 50 também está presente em algumas faixas, como na hilariante Não É Só Vestir Saia. "Você vai perder o marido que tem porque você não age bem/ Porque você não sabe ser mulher/ (...) Marido, quando chega em casa da lida da vida/ Quer tudo menos motivo pra discussão/ Só deseja o conforto do pijama e o jornal pra ler na cama/ Farto de opinião/ (...) Você vai sofrer e aprender a lição/ Pois ser mulher não é só vestir saia não". Não é uma maravilha? Do mesmo autor, Ricardo Galeno, temos Eu Sou a Outra, mais espirituosa mas igualmente machista. "Não tenho um nome/ Trago um coração ferido/ Mas tenho muito mais classe do que quem não soube prender o marido". Carmen só cala a boca das feministas em Se Eu Fosse Contar ("O homem nunca reconhece o que sua esposa faz dentro de casa/ Quando a criança chora na hora do almoço que está pra fazer/ Temos que largar as panelas, ninar a criança até adormecer/ Roupa lavada na hora casa arrumada não cansa ninguém/ E aturar brigas da rua que o marido traz pra casa também"). Como se vê, esse disco de Carmen é, acima de tudo, uma crônica perfeita de costumes dos anos 50.

Mas o CD não fica só nas queixas ou desabafos femininos, Carmen esbanja brejeirice nos delcisosos sambas Não Pode Mexer ("Só faço docinhos pra ele comer"), o carnavalesco Indecisão (dos craques no gênero Paquito e Romeo Gentil) ou Não Fique Triste ("O seu caso é comum/ Quem lhe fez infeliz faz infeliz qualquer um"). Operário (Mirabeu/ Vieira Jr.), por sua vez, chama à consciência social: "Você disse que eu não sou artista/ Vou lhe provar se sou artista ou não/ Acordo de madrugada pego na minha marmita/ Trem da central é a minha condução/ Sou artista ou não?". Para completar, há um 78 rpm de agosto de 1939 de Carmen & Henricão, cujos dois lados foram aproveitados nessa coletânea: Onde Está o Dinheiro - "Ô Neguinho/ Onde está o dinheiro/ - Mas que dinheiro, nega/ O dinheiro que eu trabalhei e ganhei? / - Oh nega, (...) eu precisei e gastei" - e Não Dou Motivo - "Se tudo nessa vida é artificial/ Eu canto para esconder meu mal". Pérolas de uma diva que marcou época na MPB com muita coragem para se expor em letras tão fortes e despudoradas.(Rodrigo Faour)
Faixas
Ouvir todas em sequência

DISCO 1

1 Eu sou a outra Ouvir
(Ricardo Galeno)
2 Drama de amor Ouvir
(Don Madrid, Mirabeau)
3 Manchetes de jornal Ouvir
(Jorge Gonçalves, Mirabeau)
4 Obsessão Ouvir
(Milton de Oliveira, Mirabeau)
5 Seu eu fosse contar... Ouvir
(Irany de Oliveira, Araguary)
6 Não pode mexer Ouvir
(Mirabeau, Ferreira Lima)
7 Busto calado Ouvir
(Cipó, Rubens da Silva)
9 Indecisão Ouvir
(Paquito, Romeu Gentil)
10 Reencontro Ouvir
(Cícero Nunes)
11 Operário Ouvir
(Mirabeau, Vieira Jr.)
12 Não fique triste Ouvir
(Edu Rocha, Sebastião Motta)
13 Se você me querer bem Ouvir
(Jorge Gonçalves, Mirabeau)
14 Onde está o dinheiro Ouvir
(Henricão)

DISCO 2

16 Canção da alma (Cancion del alma) Ouvir
(Rafael Hernandez, Vrs. Ferreira Gomes)
17 Não é só vestir saia Ouvir
(Ricardo Galeno)
18 Sei de tudo Ouvir
(Cláudio Luiz)
20 Coco duro Ouvir
(Raul Marques, César Brasil)
21 Gato escaldado Ouvir
(Don Madrid, Geraldo Blota, Mirabeau)
22 A morena sou eu Ouvir
(Milton de Oliveira, Mirabeau)
23 Sacode a lapela Ouvir
(Jorge Gonçalves, Mirabeau)
24 Como eu chorei Ouvir
(Nelinho, Mirabeau, Colatino)
25 Vaidade Ouvir
(Roberto Faissal)
26 Começo de vida Ouvir
(Capiba)
27 Presidiário Ouvir
(Airton Amorim, Mirabeau)
 
BIS CANTORES DO RÁDIO - CARMEN COSTA
 
 
MetaMusica