COM VOCÊ... MEU MUNDO FICARIA COMPLETO

Cássia Eller (2000)

2000
Crítica

Cotação:

Enquanto não chega o esperado Acústico MTV de Cássia Eller, o melhor a se fazer é ver este Com Você... Meu Mundo Ficaria Completo, registro do show que a cantora fez, em 25 de setembro de 99, no Palace (SP), com o repertório do disco de mesmo nome, lançado naquele ano. Apesar do cabelo colorido com corte moicano e da sua incurável (ainda bem!) irreverência, a Cássia que surgiu naquele espetáculo foi uma cantora aprimorada, sem os exageros dos discos anteriores. Ainda tão intensa quanto um fio elétrico desencapado, ela deu razão aos muitos que seguidamente a apontavam como uma das melhores vozes da geração 90. O show começa com a primeira música de trabalho de Com Você..., O Segundo Sol, uma das várias composições do titã Nando Reis incluídas no álbum (que, além de tudo, é por ele produzido). Cássia achou o ponto certo da interpretação na canção, amparada por uma boa banda que teceu uma tapeçaria sonora de primeira, com destaque para o guitarrista Walter Villaça e a dupla de percussionistas LanLan e Tamyma Brasil. O cenário limpo, discreto e eficiente estava bem de acordo com a nova dinâmica de palco da cantora, mais estudada. E os cortes na filmagem não prejudicam a fluência do show.

O repertório do espetáculo pega boa parte das canções do seu último disco. Em especial as de Nando, como As Coisas Tão Mais Lindas (com a participação do próprio), O Meu Mundo Ficaria Completo (Com Você) e Infernal. A versatilidade de Cássia em sua nova fase é admirável. Ora, ela encara a rainha macha do baião na trinca Aprendiz de Feiticeiro (Itamar Assumpção), Coroné Antônio Bento (um João do Vale que foi sucesso com Tim Maia) e O Gosto do Amor (Gonzaguinha). Ora, é a sambista com toda a malandragem em Partido Alto (de Chico Buarque, em versão funk) e Na Cadência do Samba (clássico de Ataulfo Alves). Sentindo cada verso (e com impecável pronúncia), a cantora envereda por um Woman Is The Nigger of The World, de John Lennon e Yoko Ono, e segue pela seara beatle na 124345ª releitura já feita de Come Together - ainda com algo a dizer. Depois desta, num lance inesperado, ela emenda em uma versão de Corpo de Lama, de Chico Science & Nação Zumbi, explorando bem as percussões.

Cássia tem um certo quê mediúnico, porque consegue traduzir com perfeição obras de alguns mortos ilustres e insubstituíveis, como Cazuza (Blues da Piedade e Malandragem), Renato Russo (Eu Sei, Por Enquanto e 1º de Julho) e Kurt Cobain. Por sinal, é com Smells Like Teen Spirit, do Nirvana, que ela encerra o show, num quase cover da agonia que o músico americano imprimiu a sua canção - não sobra nada no final desse show, em que a cantora se equilibra com perfeição entre os vários registros. Como extras, o DVD de Cássia traz três clipes (o sensual de O Segundo Sol, o bizarro de Nós e o bastante conhecido de Malandragem) e uma discografia, na qual infelizmente falta um CD, O Marginal, de 1992.(Silvio Essinger)
Faixas
1 O segundo sol
(Nando Reis)
2 Mapa do meu nada
(Carlinhos Brown)
3 Aprendiz de feiticeiro
(Itamar Assumpção)
4 Coroné Antônio Bento
(Luiz Wanderley, João do Vale)
O gosto do amor (Gonzaga Jr.)

5 Woman is the nigger of the world
(John Lennon, Yoko Ono)
6 Partido alto
(Chico Buarque)
7 Blues da piedade
(Frejat, Cazuza)
8 Maluca
(Luís Capucho)
9 Nós
(Tião Carvalho)
10 Na cadência do samba
(Matilde Alves, Paulo Gesta, Ataulfo Alves)
11 Eu sei
(Renato Russo)
12 Por enquanto
(Renato Russo)
13 As coisas tão mais lindas
(Nando Reis)
14 O meu mundo ficaria completo (Com você)
(Nando Reis)
15 1º de julho
(Renato Russo)
16 Come together
(John Lennon, Paul McCartney)
18 Um branco, um xis, um zero
(Arnaldo Antunes, Pepeu Gomes, Marisa Monte )
19 Infernal
(Nando Reis)
20 Malandragem
(Frejat, Cazuza)
21 Smells like teen spirit
(Kurt Cobain, Chris Novoselic, David Grohl)
22 O segundo sol
(Nando Reis)
23 Nós (Ao vivo)
(Tião Carvalho)
24 Malandragem
(Frejat, Cazuza)
 
COM VOCÊ... MEU MUNDO FICARIA COMPLETO
 
 
MetaMusica