CONSTELARIO

Lica Cecato (2001)

2001
Ouver Records
Crítica

Cotação:

O Brasil tem prazer em conhecer a brasileira Lica Cecato, cantora radicada na Europa há mais de 20 anos e já conceituada no seleto clube das vocalistas de jazz. Constelario é seu primeiro álbum lançado no Brasil e mostra uma cantora de registro sutil, segura de seu timbre (contralto) forte, mas que não o desperdiça em gritarias. Para este "álbum local", ela cercou-se de bons músicos (Arthur Maia, Paulo Calazans, Carlos Balla e Romero Lubambo) e conseguiu fugir da síndrome de "MPB para inglês ver".

O disco trafega entre uma MPB mais suingada (influência talvez de Lenine, presente na versão de Hoje Eu Quero Sair Só) e o jazz funkeado, este através das ótimas (e contidas) performances dos músicos. Como intérprete, Lica percorre várias cercanias. Mostra uma versão onomatopeica para A Rã, com quebradas para o jazz-funk, e em seguida lasca uma surpreendente Hoje Eu Quero Sair Só, mais lânguida e sutil do que a original. Surpresa mesmo é o resgate delicado de Cachorro Babucho (do esquecido Walter Franco). A cantora encontra veículo perfeito para seus dons vocais em Favela (Tom & Vinícius), levada só na voz e violão. Dá bis de Djavan (Acelerou e Boa Noite) e se arrisca até na derramada Dio Come Ti Amo, salva do melodrama por sua simplicidade acústica.

As cinco canções inéditas do disco impressionam um pouco menos. Lica mostra-se como compositora no canto sincopado de Adolescempre e na balançada Rock-Dog/Rockão, que não tem muito de rock a não ser uma guitarra distorcida lá no fundo. Já em A Pequena Cantora do Rio ela se apresenta ("Eu nasci como um passarinho/Eu nasci para cantar"), enquanto os músicos se desdobram num registro que lá fora é conhecido como Brazilian jazz; balanço rítmico de sambinha e precisão instrumental, abrindo espaço para o ótimo violão de Romero Lubambo. Entretanto, na hora do baixista Arthur Maia exibir seus dotes de composição (em Amai), a coisa cai mais para o trivial.(Marco Antonio Barbosa)
Faixas
Ouvir todas em sequência
2 Acelerou Ouvir
(Djavan)
3 Hoje eu quero sair só Ouvir
(Lenine, Alfredo Chebabi, Ricardo Aragão)
4 Amai Ouvir
(Arthur Maia)
5 Adolescempre Ouvir
(Lica Cecato)
6 Cachorro Babucho Ouvir
(Walter Franco)
8 A pequena cantora do Rio Ouvir
(Lica Cecato)
9 Rock-dog / Rockão Ouvir
(Lica Cecato)
11 Boa noite Ouvir
(Djavan)
12 Dio come ti amo Ouvir
(Domenico Modugno)
13 Inclassificáveis Ouvir
(Arnaldo Antunes)
Que baque é esse (Lenine)

14 Repente entre poesia e violão Ouvir
(Romero Lubambo, Haroldo de Campos)
 
CONSTELARIO
 
 
MetaMusica