DANIEL CARLOMAGNO

Daniel Carlomagno (2001)

2001
Crítica

Cotação:

Daniel Carlomagno é único integrante do Projeto Artistas Reunidos que não é filho de algum astro da MPB. Que tenha sido o último a lançar seu CD, este Daniel Carlomagno, não chega a ser uma surpresa. Na verdade, surpresa é ver o grande talento que estava escondido nos bastidores (ele já trabalhou como músico, produtor e técnico de som para meio mundo da MPB), mas agora está enfim sendo revelado num dos melhores álbuns de estréia dos últimos tempos do pop brasileiro. Como Jairzinho e Max de Castro, Daniel também é um faz-tudo: compõe, produz, toca todos os instrumentos, canta, arranja... Como Simoninha, Pedro Mariano e Luciana Mello, ele também tem um acentuado caráter pop, que faz com que seu disco possa tocar nas AMs e FMs, sem no entanto abdicar de uma sofisticação aqui e ali. Sugestão ao ouvinte: comece o disco pela faixa 5, Pedra Sobre Pedra, um R&B com aquela programação de bateria desnorteante, vocais soul, toques jazzísticos no arranjo... Um achado. Em seguida, vem Precioso Instante, outra pérola black moderna, com rap do onipresente Xis (ele e o DJ Marcelinho são os únicos participantes do disco além de Daniel). A trinca básica do disco se completa com a faixa 7, Jardim Sem Flor, que em sua carcaça de balada soul, reúne elementos musicais dos melhores melodistas pop brasileiros (Cassiano, Dalto), samba-jazz e eletrônicas muito bem colocadas. Um feito.

Daniel Carlomagno é uma surpresa a cada faixa. Tem baião-bossa-eletrônico do nível de um Djavan (Um Querer), house disco com baixo estilingado (Ela Sabe), ecos de Clube da Esquina em meio ao mais deslavado pop (Casas) e rock-soul com gosto de anos 80, para fazer frente a Lulu Santos (Inverno, Mais um Caso e Era Pra Ser). Há faixas menores, como Dia Triste, O Que Ficou e Sem Você (esta caindo mais para o Sullivan e Massadas), que ainda sim são melhores que discos inteiros do novo pop brasileiro. Mas é o risco que se corre diante da tarefa de empilhar 15 músicas num álbum só porque é CD e tem mais espaço (coisa que está caindo em desuso). Mas não tem nada, não: Daniel está com tudo na mão.(Silvio Essinger)
Faixas
Ouvir todas em sequência
1 Curiosidades (Discurso de Roquete Pinto sobre o início do rádio no Brasil) Ouvir
2 Inverno Ouvir
(Daniel Carlomagno)
3 Tudo bem Ouvir
(Daniel Carlomagno)
4 Ela sabe Ouvir
(Daniel Carlomagno)
5 Pedra sobre pedra Ouvir
(Daniel Carlomagno)
6 Precioso instante Ouvir
(Daniel Carlomagno, Xis)
7 Jardim sem flor Ouvir
(Daniel Carlomagno)
8 Um querer Ouvir
(Daniel Carlomagno)
9 Casas Ouvir
(Daniel Carlomagno)
10 Mais um caso Ouvir
(Daniel Carlomagno)
12 Era pra ser Ouvir
(Daniel Carlomagno)
13 O que ficou Ouvir
(Daniel Carlomagno)
14 Sem você Ouvir
(Daniel Carlomagno)
15 Caminhos cruzados Ouvir
(Newton Mendonça, Tom Jobim)
 
DANIEL CARLOMAGNO
 
 
MetaMusica