QUANDO O SAMBA É SAMBA

DMQ (Da Melhor Qualidade) / Rildo Hora / Wilson das Neves (2002)

2002
Crítica

Cotação:

O segundo disco do DMQ traz ares mais refinados e "autênticos" ao pagode barra-limpa da banda. A proeza se deve a um repertório bem escolhido, que incorpora Paulinho da Viola (Amor à Natureza), Cartola (Peito Vazio) e o onipresente Pixinguinha (Patrão, Prenda Seu Gado) em versões bem produzidas. Diante de clássicos como estes, é até covardia fazer comparações com a produção autoral da banda; mas coisas como Mil Orações e Me Desculpe o Engano passam longe da vergonha.(Nenhum)
Faixas
Ouvir todas em sequência
1 Do tipo que arrasa Ouvir
(Serginho Procópio, Luizinho SP)
2 Samba de roda da Bahia Ouvir
(Edu, Jorge Sargento, Rogério Ximu)
4 Feijoada completa Ouvir
(Chico Buarque)
6 Nosso amor é um perfume Ouvir
(Edu, Juninho DMQ, Alexandre Cortez)
7 Mil orações Ouvir
(Edu, Jorge Sargento, Juninho DMQ)
8 Pranto que chorei Ouvir
(Arlindo Cruz, Franco, Acyr Marques)
9 Patrão, prenda seu gado Ouvir
(Donga, Pixinguinha, João da Baiana)
10 Doces recordações Ouvir
(Délcio Carvalho, Dona Yvonne Lara)
11 Amor à natureza Ouvir
(Paulinho da Viola)
12 Me desculpe o engano Ouvir
(Edu, Juninho DMQ, Alexandre Cortez)
13 Gota de esperança Ouvir
(Orlando Rangel, Nélson Rufino)
14 Peito vazio Ouvir
(Cartola, Elton Medeiros)
Sonho e saudade (Tito Madi)

 
QUANDO O SAMBA É SAMBA
 
 
MetaMusica