SELF PORTRAIT - ASSIS BRASIL POR ASSIS BRASIL

Victor Assis Brasil / João Carlos Assis Brasil / Paulo Sergio Santos (1990)

1990
Crítica

Cotação:

Editado originalmente em 1990, este álbum está sendo relançado por ocasião do 20.º aniversário da morte do saxofonista e compositor Victor Assis Brasil — para muitos o maior jazzista nascido até hoje no país. Mais que uma homenagem póstuma, Self Portrait revelou na época que a obra desse músico privilegiado extrapolava o gênero que o tornou conhecido, até mesmo nos EUA. As 13 composições do álbum tinham sido encontradas meses antes pelo pianista João Carlos Assis Brasil (irmão de Victor), na casa da mãe, entre cerca de 400 partituras inéditas do saxofonista, que ficaram guardadas em duas malas.

À frente do Quarteto Assis Brasil, que também destaca o clarinete e o sax soprano de Paulo Sérgio Santos, o contrabaixo de Zeca Assumpção e a bateria de Jurim Moreira, João Carlos soube explorar bem a variedade caleidoscópica da obra do irmão. Abre o álbum com Blues for Oliver, tributo de Victor ao jazzista norte-americano Oliver Nelson, que recebe um tratamento solene, como um religioso spiritual. Algo bem diverso da interpretação que Paulo Sérgio confere mais adiante à faixa Blues, num tom bem-humorado de jazz à New Orleans. Outra homenagem expressa vem na delicada valsa-jazz One for Bill, dedicada ao cultuado pianista Bill Evans. Constantes na obra de Victor, ritmos brasileiros sobressaem em composições como Almendrix, um maracatu que se transforma em baião. Ou no gingado Samba Sem Nome, cuja melodia é realçada pela leveza do clarinete. O dom especial de Victor para compor e improvisar baladas está representado na belíssima faixa-título, que combina lirismo e sentimento. Não faltaram também incursões do compositor pela música erudita, que o marcou tanto quanto a outros jazzistas contemporâneos. Em Elba, ele homenageia a mãe, reunindo influências dos impressionistas Debussy e Ravel. E se aproxima bastante da música de concerto, em peças para piano solo, como a breve Choral n.º 1, a saltitante Moderato Valsa e a etérea Motif for Piano. Tomara que este seja mesmo apenas um sofisticado aperitivo, para novas incursões pela vasta e ainda absurdamente inédita obra do brilhante Victor Assis Brasil.(Carlos Calado)
Faixas
Ouvir todas em sequência
1 Blues for Oliver Ouvir
(Victor Assis Brasil)
2 Samba sem nome Ouvir
(Victor Assis Brasil)
3 Self portrait Ouvir
(Victor Assis Brasil)
4 One for Bill Ouvir
(Victor Assis Brasil)
6 Almendrix Ouvir
(Victor Assis Brasil)
7 Choral nº 1 Ouvir
(Victor Assis Brasil)
8 Moderato valsa Ouvir
(Victor Assis Brasil)
9 Motif for piano Ouvir
(Victor Assis Brasil)
Scattered clouds (Victor Assis Brasil)

11 Jazz sonata for piano Ouvir
(Victor Assis Brasil)
12 Fast / Slow / Fast Ouvir
(Victor Assis Brasil)
 
SELF PORTRAIT - ASSIS BRASIL POR ASSIS BRASIL
 
 
MetaMusica