PRENDA MINHA

Caetano Veloso (1999)

1999
Crítica

Cotação:

Quem teve a chance de assistir a alguma das inúmeras apresentações do show Livro Vivo, que gerou a maior parte das cenas deste DVD de Caetano Veloso, vai se surpreender, antes de tudo, com a excepcional qualidade sonora. Mesmo aqueles que se sentaram nos melhores lugares dos teatros e casas de espetáculos em que o show foi exibido (as gravações aconteceram no Metropolitan do Rio de Janeiro, de 10 a 13 de setembro de 1998), devem se lembrar que a original combinação de instrumentos de cordas, sopros e tambores dos arranjos de Jaques Morelenbaum e Luiz Brasil era desequilibrada, em alguns momentos, pelo peso excessivo da percussão. Assistindo a este primeiro DVD nacional com a avançada tecnologia DTS Surround (sistema de processamento sonoro que oferece mais detalhes nos canais traseiros dos equipamentos de home theater), o espectador sente-se no meio do palco, ouvindo cada um dos instrumentos com equalização perfeita e uma fidelidade timbrística impressionante.

Para aqueles que conhecem o CD homônimo de Caetano (maior sucesso de sua carreira, com mais de um milhão de cópias vendidas), o DVD traz algumas diferenças de repertório. As canções Bem Devagar, Saudosismo e Vida Boa foram substituídas por Minha Voz, Minha Vida (que abre o show), How Beautiful Could a Being Be, Doideca, Não Enche e Os Passistas. Algumas dessas escolhas, certamente, foram orientadas pelo aspecto cênico, caso de How Beautiful, que serve de veículo para uma coreográfica sessão de samba de roda baiano, com Caetano, Moreno (seu filho mais velho, autor da canção) e os percussionistas da banda, exibindo seus requebros com graça.

Doideca permite que a diretora Monique Gardenberg brinque com as tomadas de cenas e cortes, traduzindo em imagens inusitadas o tom vanguardista dessa composição de Caetano. Essa é, por sinal, outra das qualidades desse DVD: em vez de definir uma linguagem única para todo o vídeo, Monique preferiu tratar cada canção de modo diferente, mantendo ainda assim uma relativa homogeneidade. Na dramática versão de Terra (revista num arranjo musical primoroso), a câmera gira, simulando a rotação do planeta. Em Eclipse Oculto e Linha do Equador (parceria de Caetano com Djavan), algumas imagens são aceleradas. Em Carolina (de Chico Buarque), o tom melancólico da interpretação do cantor é reforçado com a descoloração de sua imagem para preto e branco. Já em Odara - canção emblemática dos anos 70, que ressurge em versão mais pesada e percussiva - a imagem de Caetano ganha tons azulados.

Além das 18 músicas do chamado "especial" (vale lembrar que o show Livro Vivo não foi reproduzido na íntegra), o DVD inclui também uma breve biografia (em forma de texto), discografia ilustrada, uma suposta faixa-bônus (a canção Mel, que poderia estar incluída entre o material do show), os videoclipes das canções Livros e Não Enche (divertido, com agressivas tomadas de câmera-na-mão). Já o suposto making of revela-se decepcionante: apenas uma breve sucessão de imagens dos ensaios da filmagem, sem entrevistas ou qualquer depoimento da diretora ou do cantor.

Essa é, por sinal, uma considerável incongruência desse DVD. Um trabalho audiovisual que pretende retratar diversos aspectos da obra de um artista, reconhecido por ele mesmo como um falante inveterado, não poderia deixar de incluir uma entrevista. Neste Prenda Minha, a única fala mais extensa de Caetano acontece em meio à apresentação de Sozinho - a canção de Peninha, responsável direta pelo estouro de vendas do CD. Sentado, dedilhando o violão, em seu melhor estilo, ele conta que decidiu cantá-la depois de ouvir a gravação original de Sandra de Sá. Porém, ao ouvir a "arrasadora" versão de Tim Maia, ficou intimidado. "Quase desisti, mas não resisti. É que eu não estou cantando ela, estou apenas mencionando a canção", explica. Isto também é (e muito) Caetano.

(Carlos Calado)
Faixas
1 Minha voz, minha vida
(Caetano Veloso)
2 Jorge de Capadócia
(Jorge Ben)
3 Prenda minha
(Tradicional)
4 Meditação
(Newton Mendonça, Tom Jobim)
5 Terra
(Caetano Veloso)
6 Eclipse oculto
(Caetano Veloso)
7 Drão
(Gilberto Gil)
8 Carolina
(Chico Buarque)
9 Sozinho
(Peninha)
10 Esse cara
(Caetano Veloso)
11 How beautiful could a being be
(Moreno Veloso)
12 Linha do Equador
(Caetano Veloso, Djavan)
13 Doideca
(Caetano Veloso)
14 Odara
(Caetano Veloso)
15 Não enche
(Caetano Veloso)
16 A luz de Tieta
(Caetano Veloso)
17 Os passistas
(Caetano Veloso)
18 Atrás da verde-e-rosa...
(Bira do Ponto, P. Carvalho, D. Corrêa, C. Sena)
19 Não enche (Videoclipe)
(Caetano Veloso)
20 Livros (Videoclipe)
(Caetano Veloso)
21 Mel / miel (Bonus track)
(Caetano Veloso, W. Salomão)
 
PRENDA MINHA
 
 
MetaMusica