RAÍZES DO SAMBA - CYRO MONTEIRO

Cyro Monteiro (2000)

2000
Crítica

Cotação:

"Cyro Monteiro foi a pessoa mais simpática da MPB que já conheci". Quem depõe é o escritor e historiador de MPB Jairo Severiano. Ao ouvir esse volume de Raízes do Samba dedicado ao sambista ninguém ousa duvidar da existência de tamanha simpatia. É que Cyro (1913 – 1973) tinha uma ginga tão contagiante que, em contato com seus sambas, ficamos rapidamente hipnotizados. Este ícone do samba sincopado – que se acompanhava por uma simples e eficiente caixinha de fósforos – não tem suas melhores gravações na atual compilação, mas em compensação, diverte e traz ótimo repertório. As primeiras nove faixas são gravações ao vivo já da última fase de sua carreira, que sua voz podia não estar no auge mas esbanjava ritmo acompanhado por uma platéia eufórica. Vale lembrar que nessa época os discos realmente eram gravados ao vivo, sem truques. Sacode Carola, Que Samba Bom, Saquinho de Dinheiro, Falsa Baiana, Risoleta ("Eu vou mandar prender essa nega Risoleta que me fez uma falseta/ E me desacatou porque não lhe dei o meu amor/ Isso é conversa pra doutor...") são todos sambas muito gostosos. Essas gravações de sua última fase contrastam com uma do tempo do onça, Perdoa – primeiro e raro 78 rpm de Cyro, gravado em dezembro de 1935, antes dele transferir-se para a RCA. Outra faixa antiga é Deixa Isso Pra Lá, de outro raro 78 rpm da Odeon, gravado em março de 1956. O resto é de sua última fase. Seus grandes sucessos – Se Acaso Você Chegasse e Beija-Me – que seriam também êxitos na voz de Elza Soares, não aparecem em seus registros originais mas são sempre bem-vindos. A dobradinha com Elizeth Cardoso, da época do programa Bossaudade, da TV Record (segunda metade dos anos 60), é representada pelas suingadas Tem que Rebolar e Quando Eu Penso na Bahia. Ele também conta com os vocais de Nora Ney e Clementina de Jesus no clássico Leva Meu Samba (Ataulfo Alves), do show Mudança de Conversa (1968) – de autoria erradamente creditada ao cantor no encarte. Não é o melhor, mas é o que há de Cyro no mercado. Vale a pena – e muito – ter o disco. (Rodrigo Faour)
Faixas
Ouvir todas em sequência
1 Escurinho Ouvir
(Geraldo Pereira)
Falsa baiana (Geraldo Pereira)
Que samba bom (Geraldo Pereira-Arnaldo Passos)


3 Sacode Carola Ouvir
(Hélio Nascimento, Alfredo Marques)
4 Madame Fulano de Tal Ouvir
(Cyro Monteiro)
5 Divina dama Ouvir
(Cartola)
Sofrer é da vida (Ismael Silva-Francisco Alves-Nilton Bastos)

7 Perdoa Ouvir
(J. Barcellos, Kid Pepe)
8 Deixa isso pra lá Ouvir
(Alvinho, Assis Valente)
9 Leva meu samba Ouvir
(Ataulfo Alves)
10 Bonde de São Januário Ouvir
(Ataulfo Alves, Wilson Batista)
11 Se acaso você chegasse Ouvir
(Felisberto Martins, Lupicínio Rodrigues)
12 Beija-me Ouvir
(Mário Rossi, Roberto Martins)
13 Tristezas não pagam dívidas Ouvir
(Ismael Silva)
14 Tem que rebolar Ouvir
(M. de Oliveira, José Batista)
15 Quando eu penso na Bahia Ouvir
(Ary Barroso)
16 Deus me perdoe Ouvir
(Lauro Maia, Humberto Teixeira)
17 Rosa mandou Ouvir
(Avarese)
18 Saquinho de dinheiro Ouvir
(Cyro Monteiro)
19 Saudade dela Ouvir
(Pedro Caetano, Alcyr Pires Vermelho)
20 Decisão Ouvir
(Etinha)
 
RAÍZES DO SAMBA - CYRO MONTEIRO
 
 
MetaMusica