ALVORADA BRASILEIRA - RENATO TEIXEIRA E NATAN MARQUES

Renato Teixeira (2000)

2000
Crítica

Cotação:

"Foi muito bom/ mas deixou completamente de existir/ pega uma foto de tempos atrás/ e veja como tudo mudou/ é, minha amiga, esse tempo passou/ não estranhe". Quase didático, o manifesto Transformação, de acento country, que abre este disco de Renato Romaria Teixeira com seu parceiro e acompanhante Natan Marques prefacia novas misturas para o universo caipira. Em Na ponta da Língua, a cana verde também aparece estilizada com uma rabeca lubrificando o rodopio rítmico. Rural, embolera um velho sucesso enquanto Invernada é degustada como canção quase toada, com os erres interioranos enfatizados. Há mais hibridismos em Jaci, numa levada aparentada ao tango de Astor Piazzolla no acordeon de Oswaldinho, e nas valsas Tia Edith incluindo baixo jazzístico e improviso falseteado casado ao encordoamento e Rosana, com uma parte da letra em italiano. Vocal confidente atravessando guarânias (Temporal, A Poeira é Ouro em Pó) e até uma adaptação da simplória cantiga folk Meu Limão, Meu Limoeiro, Renato mexe nas tradições rurais sem trair sua essência. (Tárik de Souza)
Faixas
Ouvir todas em sequência
1 Transformação Ouvir
(Renato Teixeira)
2 Tá na ponta da língua Ouvir
(Renato Teixeira, Natan Marques)
3 Rural Ouvir
(Renato Teixeira)
4 Invernada Ouvir
(Renato Teixeira)
5 Alvorada brasileira Ouvir
(Chico Teixeira)
6 Temporal Ouvir
(Renato Teixeira)
7 Tutu com torresmo Ouvir
(Renato Teixeira)
8 Jaci Ouvir
(Renato Teixeira)
9 Tia Edith (Cinematográfica) Ouvir
(Renato Teixeira)
10 Rosana Ouvir
(Renato Teixeira)
11 A poeira é ouro em pó Ouvir
(Renato Teixeira, Natan Marques)
12 Meu limão, meu limoeiro Ouvir
(domínio público)
 
ALVORADA BRASILEIRA - RENATO TEIXEIRA E NATAN MARQUES
 
 
MetaMusica